terça-feira, 6 de janeiro de 2015

San Diego

Bem, não teria forma melhor de começar meu blog relembrando de um dos melhores momentos que já vivi: minha viagem para San Diego. Dividirei o post em partes para que seja tudo detalhado, com as fotos, os comentários sobre cada lugar e algumas pesquisas, então... vamos lá!
Eu sempre fui apaixonada por viagens e fazer intercâmbio era um sonho de longa data, que eu vinha adiando devido aos estudos pesados e minha preparação para o vestibular de medicina, porém ano passado me propus a realizar esse desejo com uma viagem curta (fiz um curso de língua durante 1 mês, mas você pode decidir o seu programa com mais tempo, fazer high school -caso tenha a idade correta, trabalhar ou até au pair - cuidar de criança e receber um salário em dólar, minha agência foi a IE, quem se interessar, clique aqui) e que fosse pra um lugar especial. A decisão foi de ultima hora e em menos de 2 meses tive que correr atrás do visto (para maiores detalhes, aqui) e de uma agência de intercâmbio. Quase que deu errado, mas deu certo hahaha. Meu visto foi aprovado duas semanas antes da viagem e o passaporte (informações sobre passaporte, nesse site) chegou dois dias antes do dia marcado. Assim que decidi viajar, San Diego foi a primeira cidade que passou na minha cabeça, apesar de ter milhares de destinos tão bons quanto a Califórnia. Porém, minha paixão por praia e pela vida californiana me deixou bastante atraída e enfim, fechei minha viagem.

Era a primeira vez que viajava para o exterior e senti muita ansiedade porque, apesar do meu inglês ser muito bom, eu aprendi tudo sozinha e nunca tinha praticado minha conversação. Então vocês imaginam o desastre hahahah tive bastante dificuldade no começo, na imigração e nas escalas, mas com o passar do tempo já estava familiarizada e até pensava em inglês. Pra piorar toda a situação, perdi meu vôo e meu transfer (que é o carinha que te busca no aeroporto, com aquelas plaquinhas igual de filme <3), ou seja, eu tava perdidinha!

Quando você fecha a viagem, pode decidir ficar em homestay (casa de uma família) ou em acomodação estudantil (se você tiver mais de 18 anos) e, devido a vida que eu já levo aqui (meus pais são bem liberais e praticamente posso fazer tudo que eu quero) e também a minha vontade de morar sozinha, nem que seja por um mês, e aprender a me virar, eu escolhi a acomodação estudantil, o que foi realmente a melhor escolha! Foi ótimo essa experiência de morar sozinha com pessoas de outros países, com outras culturas e saber me virar. Falarei disso mais tarde, quando contar do meu dia a dia.

Aeroporto de Detroit, fiz uma escala de 4 horas, já que a imigração demorou e eu perdi meu vôo para San Diego. O aeroporto é assustadoramente grande e é preciso pegar esse trem para se deslocar.
Minha primeira comida em solo americano dentro do aeroporto, gostoso, apimentado e gigante, como todas as comidas de lá.

Enfim, essa é a primeira parte, o começo. Nos outros posts contarei mais sobre o incrível mês que passei na Califórnia, meus aprendizados e algumas informações para quem deseja fazer intercâmbio. Espero mesmo que gostem e terei o maior prazer de responder alguma dúvida ou qualquer comentário.

Beijos, Letycia.

2 comentários:

  1. Oi, estou planejando um intercâmbio para SD para o ano que vem, sinto que você pode me ajudar bastante *-* Você tirou o visto de turista ou de estudante? Pois pelas pesquisas que fiz eu posso ir com o visto de turista (devido a carga horária do curso) mas sei lá, estou na dúvida. Beijos, http://kamilacavalcante.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kamila! Que maravilha você ir pra San Diego, te garanto que não vai se arrepender. Então, eu tirei meu visto de turista porque meu curso era só de 1 mês e eu não tinha aula nas sextas, mas se você ficar mais tempo ou ter um curso com a carga horária maior (Por exemplo, fazer um inglês avançado), você tem que tirar o visto de estudante. Quando você for na sua agência e fechar sua viagem, você escolhe a melhor opção e depois decide qual visto tirar.
      PS: Eu prefiro o visto de turista, porque é mais fácil pra ir no México, caso você queira visitar. Eles são meio chatos com quem tem visto de estudante, porque é preciso ficar sempre acima de 80%.
      Beijos.

      Excluir

 

19 primaveras Template by Ipietoon Cute Blog Design